loader image
22 de junho de 2024
Novo PAC promete aquecer o setor energético
Voltar para Notícias
Tema:

Em 11 de agosto foi lançado o novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com investimento de mais de R$ 540 bilhões na transição e segurança energética, um dos principais eixos do Ministério de Minas e Energia.

De acordo com nossa sócia, Paula Padilha, head do departamento de Infraestrutura, Energia e Recursos Naturais, a expectativa é de que o programa alavanque e aqueça o setor energético.

Em nota publicada pelo portal eletrônico do Ministério de Minas e Energia, o valor investido para a transição energética será dividido em sete subeixos: geração de energia, luz para todos, transmissão de energia, eficiência energética, petróleo e gás, pesquisa mineral e combustível de baixo carbono.

Estima-se que, até 2026, serão investidos R$ 449 bilhões para a revitalização e valorização dos espaços públicos urbanos, favorecendo a retomada da atividade econômica e cultural, além de aumentar a segurança da população.

Objetivando reforçar a parceria entre Governo Federal e setor privado, o novo PAC pretende construir um ambiente favorável aos investimentos em transição energética, descarbonização, mineração segura e sustentável, bem como no combate à pobreza energética.

O Leite, Tosto e Barros Advogados conta com ampla experiência estruturando projetos e assessorando companhias em todos setores da cadeia de energia.