ValorEconômico:”Todas as alternativas estão na mesa”,diz Bolsonaro sobre possível volta da CPMF

O presidente foi questionado sobre a possibilidade da volta de um imposto sobre transações financeiras

Por Fabio Murakawa, Valor — Brasília

O presidente Jair Bolsonaro foi questionado nesta segunda-feira sobre uma possível volta de um imposto sobre transações financeiras, aos moldes da antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). “Todas as alternativas estão na mesa”, disse Bolsonaro a jornalistas, após reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas

“Nós não queremos criar nenhum novo tributo, a não serque seja para extinguir outros. E assim mesmo, colocado
junto à sociedade, para ver qual a reação da sociedade, agente vai levar avante essa proposta ou não”, acrescentou o
presidente.

Bolsonaro disse também que seu governo não conseguirá fazer uma reforma tributária “ampla, geral e irrestrita”, envolvendo o governo federal, Estados e municípios. E afirmou que tem pedido ao ministro da Economia, Paulo Guedes,para usar o termo “simplificação tributária” e privilegiar impostos federais.

“Se nós quisermos fazer uma reforma tributária ampla, geral e irrestrita, envolvendo os poderes Executivo federal, estaduais e municipais, a gente não vai fazer nada”,disse Bolsonaro. “Eu tenho falado com o Paulo Guedes para usar a palavra simplificação de impostos e focar nos impostos federais.”

Em setembro deste ano, o ex-secretário da Receita Federal Marcos Cintra foi exonerado por uma sequência de desentendimentos, inclusive com Bolsonaro,sobre o retorno de um imposto nos moldes da antiga CPMF.

À época, o presidente ficou contrariado com a discussão pública em torno do novo tributo, impulsionada em grande parte por declarações do ex-secretário

Cadastre-se e fique atualizado

Seu e-mail está seguro. Somos totalmente contra SPAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *