Valor Econômico:  Justiça do Rio aceita pedido de recuperação da Cândido Mendes

Com dívidas de R$ 400 mi, universidade entrou com pedido de recuperação na semana passada

Por Rafael Rosas, Valor

A juíza Maria da Penha Nobre Mauro, titular da 5ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), aceitou o pedido de recuperação judicial da Universidade Cândido Mendes (Ucam). A magistrada nomeou, como administrador judicial, o professor Ricardo Hasson Sayeg, segundo ela, “jurista renomado, de notório saber jurídico e especialista na matéria empresarial, com marcante atuação em processos de recuperação judicial”.

Agora, a Ucam tem 60 dias para apresentar seu planto de recuperação aos credores e, por 180 dias, contará com a suspensão das ações executivas contra ela. A Ucam havia entrado com pedido de recuperação judicial na semana passada, devido a dívidas de cerca de R$ 400 milhões. O processo está a cargo do escritório PCPC Advogados e da Deloitte. Fundada em 1902 como curso técnico para o comércio, a Ucam criou, em 1919, o primeiro curso superior de economia do Brasil. Atualmente, tem 10 mil alunos espalhados por 13 campi na capital fluminense e nos municípios de Campos dos Goytacazes, Nova Friburgo e Araruama. As receitas da Ucam giram em torno de R$ 7 milhões mensais e vêm 100% do pagamento das mensalidades por parte dos alunos. Cerca de 47% desse valor pago é revertido para bolsas de estudo. p

Cadastre-se e fique atualizado

Seu e-mail está seguro. Somos totalmente contra SPAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *